1 de abr de 2013

Resenha - Fanfic: Ópera



FELIZ PÁSCOA!!!!! Hoje eu não vou falar sobre chocolate :/ Vou falar sobre A fanfic!! To meio ausente aqui, más eu tinha que fazer esse post todo dedicado a Ópera!


 Ópera conta a história de um menino que estava de luto pela morte de sua namorada, Ivane Whinsky, que todos pensam que ele foi quem a matou. Seu pai era ausente, e a única pessoa mais próxima dele era uma professora/funcionaria da escola (não lembro) que fazia de tudo para tirar a imagem de "assassino" dele, já que ele não era. Para ele, não existiam razões para viver, se não fosse por uma promessa que ele tinha feito a Ivane na noite do assassinato: Ele faria vingança com as próprias mãos. Um ano depois (não lembro quantos anos, li faz um tempo, me matem) entra uma menina na escola. Todos entram em choque. Ela era idêntica a Ivane, só que Ivane tinha cabelos loiros, e a menina, castanhos. O principal achou que tudo aquilo não passava de uma brincadeira de mal gosto. Ela curiosa do porque de todo mundo a olhar estranha, e o menino passar a maioria do tempo sozinho, se aproxima dele. Todos, amigos de Ivane, tentam desvendar esse mistério. Uma das amigas dela, estava no lugar onde tudo aconteceu, viu tudo, viu quem foi que fez, más foi atropelada e perdeu essa memória, e durante toda a história ela vai se lembrando. E ele junto com ela, e com os antigos amigos dele (que se re-aproximam) tentam desvendar o mistério: quem foi o assassino de Ivane? E o por que ele  (ou ela) fez isso? 

 Quando eu descobri quem foi o assassino fiquei de queixo caído!

Ps. pra você entender Ópera você precisa saber que: quando você entra todo mundo te estranha, porque você é idêntica a Ivane, e menina que morreu, e ela era muito popular, então todos ficam chocados!

Ah! E eu também quero fazer de Well Be A Dream, más eu cofundo ela com All I Wanted, vou ter que ler as duas denovo! LOL

 Me desculpem, não sou boa com descrições, nem resenhas ou algo do tipo. Más eu tinha que falar o que eu achei dessa fanfic:

 A história te prende, envolve de um jeito que você se vicia naquilo. E reza pra nunca acabar! Você devora cada capítulo com curiosidade, vontade de saber o que vai acontecer. A Lan, autora da fanfic, soube muito bem colocar o suspense nessa história. E olha que isso é dificil! A história envolve: mistério, romance, suspense, emoção, muita emoção. Shakespeare é muito citado, e é isso uma das coisas que eu mais amo em ópera! A autora sabe muito bem usar as palavras, ela tem um dom! 

 Já não basta Ópera ser perfeita e tirar emoções dos leitores em escrito, Ópera vai virar Websérie!!!!! LOL!!! (qualquer um podia participar do casting, e eu não tentei :/)

 Pois é! Alguns estudantes de cinema (se eu não me engano), Bia Matera entre outros (não citei pois não sei os nomes:), resolveram realizar o sonho de MUITAS leitores e encenar essa história! Então não percam, quando lançar e ficar pronta, e fiquem de olho no Youtube, Facebook e Twitter dos organizadores da Websérie!

Ps. Quase morrendo de anciosidade!

 Espero que vocês tenham entendido o que eu quis dizer, hehe, e leiam e depois me digam o que acharam!
E pra deixar vocês curiosos, vou deixar aqui alguns trechos, da page no facebook, dessa fanfic NADA emocionante!! (Chorei nessas partes!) Bjocaxxx!

Pss. Minhas partes favoritas são:

"Ele estava parado na frente da janela, tão lindo quanto eu lembrava que ele era em nossa época de juventude. Vestia seu uniforme da Highgate da mesma forma como eu havia guardado em minha mente: a calça de pregas preta, a gravata vermelha e as mangas do terno arregaçadas.
Seus olhos negros, mais brilhantes do que nunca, fitavam-me com um misto de curiosidade e fascínio. Em seus lábios estava estampado seu típico sorriso malicioso, do qual eu me lembrava de ter visto tantas vezes."

"Hazz esticou uma das mãos em minha direção e abriu a boca para falar, sua voz tão nítida e profunda como se estivesse realmente presente:
- Com medo?
Eu sorri, levantando-me e andando até ele a passos de tartaruga. Segurei sua mão, quente, sólida e macia como a do meu Hazz de dezoito anos:
- Eu não tenho medo de você. "

"- Ele me disse – começou, vendo um vapor de água se formar na frente de seu rosto. – que cada flor tem um significado. Eu não estou muito certa do que elas querem dizer, mas quando pesquisei na internet, disseram-me que as rosas rosadas significam gratidão. Estou trazendo aqui pra você, Iv – tirou uma rosa de dentro do sobretudo preto. – essa flor para expressar o meu agradecimento. Se não fosse por você eu não teria me aproximado tanto dos melhores amigos do mundo. Se não fosse por você, eu não teria conhecido o homem que... Bem, se tornou o guardião de todo o meu amor e paixão. O homem que eu amo mais do que amei qualquer outro. – ela colocou a rosa em cima dos montes de neve que cobriam a terra. – Você era realmente uma garota de sorte e eu te agradeço muito, Ivane Whinsky."

(Lan, se vc quiser fazer uma montagem de uma dessas cenas, eu deixo...)





3 comentários:

  1. Você não tem noção do quanto você me ajudou! Cara te amo blogueria hahaha ♥ *-*

    ResponderExcluir
  2. Alguém me fala se ele morre no final? to com medo de ler

    ResponderExcluir