22 de jan de 2014

Resenha - Livro: Cidades de Papel



“É tão fácil se esquecer de como o mundo é cheio de pessoas, lotado, e cada uma delas é imaginável e sistematicamente mal interpretadas.” 

Eis aqui meu presente de amigo secreto. Que eu pedi, e recebi. Ou seja, meu amigo secreto foi muito bom. (Obrigada, tio).

Feliz ano novo a todos (acho que ainda não desejei, então estou fazendo agora). Então, ultimamente tenho me apegado muito ao tumblr, e tinha visto muitas citações do livro de autoria do Jonh Green, como A Culpa das Estrelas (que já li), O Teorema Katherine, Quem é você? Alaska, e claro, Cidades de Papel. Fiquei envolvida com os trechos que li - veja alguns aqui - e pedi de presente dessa brincadeira qualquer um do Jonh Green ou o 16 Desejos. Ganhei o livro em questão e comecei a ler na minha viagem para a praia.

“Porque não ir atrás dela é a coisa mais difícil que tive que fazer .”

 O livro conta a história de Quentin, ou Q, que tem uma paixão nem tão platônica por Margo, desde quando eram pequenos. O problema é que desde a infância dos dois, muitas coisas mudaram, de amigos passaram a ser colegas, mas ele nunca deixara de pensar nela. Até que um dia, ela aparece na janela dele (como na infância) o chamando para uma aventura noturna, ele topa, e os dois saem pela noite realizando tudo do plano já feito que ela desenvolveu.
 Acontece que, no dia seguinte, ela desparece. Seus pais até acham a situação normal, pois ela costumava fazer isso e deixava pistas para eles poderem encontrá-la. Só que dessa vez, tudo indica que as pistas deixadas não eram para seus pais, nem para o detetive. E sim para Quentin. 

A minha coisa favorita do livro é como os personagens foram criados, como eles são, suas personalidades, brincadeiras (algumas desnecessárias, notei) e claro, a cada duas páginas, você achava um trecho para servir de citação em qualquer rede social. Use-as com moderação por favor.

Recomendo muito o livro, porque com ele eu tive uma nova visão das pessoas, uma nova visão do que a vida é. A Margo me surpreendeu bastante com a personalidade e seu modo de pensar. Quando chegarem na parte onde ela menciona as cidades de papel, me digam qual a conclusão que vocês tiveram, porque eu tive a minha.


O livro também mostra que na verdade a personalidade de uma pessoa em questão, que nós não conhecemos realmente, somos nós que criamos. Nós que fazemos uma falsa personalidade, apenas para ter a segurança de saber que conhecemos a pessoa, e não é bem assim.

Como toda a escrita de Jonh Green, o livro faz você vivenciar aquilo de uma forma leve e gostosa de ler. Faz você querer mais, e eu necessito de uma parte 2, porque o final fica cheio de esperanças e por quês. 

O entendimento dele não é tão fácil, já que existem metáforas e pensamentos que cada um interpreta do seu próprio jeito. E foi isso o que eu gostei. Jonh joga suas frases, e perguntas para o alto e deixa que você as responda mentalmente.

Ou seja, super indico, para quem quer um romance diferente daqueles bem melosos e tals. Me ajudou na escrita da minha fanfic e é isso. Se eu deixei escapar algo por favor me avisem.
Eu ia selecionar meu quote favorito, mas não consegui porque toda vez que eu achava um legal, eu não tinha nada para marcar do lado, então peguei do tumblr a do começo e gostei bastante disso. Ah, fique com o lápis perto quando ler. 

Nossa página chegou a 100 curtidas!! Muito obrigado a todos (e a Jessie!!) que curtiram e quem ainda não curtiu, o link está aqui, ou vá ali do lado -> e clique em curtir.

Se você leu e gostou, fale comigo nos comentários e para qualquer duvida, a ask :) E claro, se quiserem resenha de algum livro ou fanfic e até filme, por favor, coloque nos comentários. A leitora "Laurinha" indicou Dezesseis Luas, e já está na minha lista. Me sigam no tumblr.
Beijos e até.  


3 comentários:

  1. Oie Babi (é a primeira vez que eu visito teu blog...Ele é muito divo), então eu amei esse livro ele é muito perfeito, concordo com você precisamos da parte 2...Fiquei meia revoltada com o final, mais eu ameiiii S2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwn muito obrigada, você é uma fofa <33 Vamos atras de jonh green para ter a parte 2 !
      Beijos :)

      Excluir
    2. Obrigada^^, vamos sim atrás dele kkk beijos :))

      Excluir